Branding: gerenciando a sua marca

Você já parou para refletir sobre a importância que as marcas têm para o sucesso das empresas independente do ramo de atividade e do tamanho?

As empresas que possuem um nome forte no mercado são geralmente lembradas e reconhecidas e isso não é obra do acaso ou “do espírito santo” como costumo mencionar em sala de aula.

Um adequado gerenciamento da marca tem uma contribuição importante para esse sucesso.

Mas afinal, o que faz uma marca ser mais lembrada do que outras?

Quando se trata de achocolatado até hoje uma marca me vem à mente. Sou cliente fidelizado ao Toddy.

Essa preferência pela marca ocorre porque lá atrás, nos idos da década de 70, dentro do vidro do achocolatado vinha um soldadinho de Forte Apache. Se a memória não me trai na embalagem pequena vinha um e na maior dois soldadinhos. Para os mais jovens que não tem a menor ideia do que estou falando o Toddy, numa ação promocional, colocava soldadinhos ou indiozinhos de plástico dentro de cada vidro do produto. Comprando a marca a cada semana você ia montando o Forte Apache.

Naturalmente, na ânsia de completar a coleção, as crianças tomavam mais leite com o achocolatado Toddy. Com essa “pressão” exercida pelos filhos, sobretudo meninos, na época era bem distinto o que era brincadeira de menino ou de menina, não havia como as mães irem ao mercado e não voltarem com um ou mais unidades do produto para alegria dos fabricantes e das suas equipes de vendas.

Todavia quando se trata da gestão de uma marca há certa confusão sobre alguns termos que vamos procurar esclarecer.

Afinal o que é marca e o que é branding?

Quando falamos sobre marca, é comum mencionarmos a logo de uma empresa como resposta.

Apesar de não estar errado o conceito de marca é bem mais amplo e complexo do que apenas estabelecer um nome e desenhar um símbolo gráfico diferenciado como forma de identificação. A marca envolve um conjunto de experiências e sentimentos que serão transmitidas aos clientes para passar seus valores e a percepção, contemplando todos os sentidos – os mais adequados para cada negócio, quando aplicados – para estabelecer a identificação de uma empresa e seus produtos e serviços.

A sua marca é tudo aquilo que remete a você. Pode ser seu logotipo, pode ser o seu nome, podem ser as suas cores principais. Mas não é só isso.

A Harley Davidson, por exemplo, entre diversos atributos, é conhecida pelo barulho do ronco do motor de suas motos. Em 1990, ela conquistou, judicialmente, o direito de ser a única detentora do barulho característico que sai do escapamento de suas motocicletas.

Em algum momento passou pela sua cabeça que o ronco do motor faz parta da marca Harley Davidson?

Isso significa que, mais do que transformar o nome da sua empresa em um formato visual de identificação, todos os demais elementos que envolvem o seu negócio e estão em contato com os clientes atuais e potenciais fazem parte da representação da marca.

Para quem está começando há dois aspectos fundamentais da identidade da marca, ou de sua representação para o mercado, que um empreendedor na fase inicial do negócio deve necessariamente contemplar: o “nome” e a “logomarca”. Mesmo os novos negócios de menor  porte precisam de uma marca. O processo de construção da marca (conhecido pelo termo inglês “branding”) é importante para os novos empreendedores. Consiste em desenvolver ou identificar uma vantagem competitiva, um aspecto de diferenciação que possa ser percebido pelo cliente e explorá-lo.

O que seria então branding que acabamos de mencionar?

Branding, ou gestão de marcas, é um conjunto de iniciativas estratégicas que, quando implementadas de maneira adequada, contribuem para a construção da percepção do cliente em relação à sua empresa de forma positiva, ou seja, como você gostaria de ser percebido.

Corresponde à identidade, que precisa ser única e ter vínculo aos desejos e necessidades do público-alvo, target, que se pretende conquistar. Por isso, é correto afirmar que branding é a percepção de seus clientes em relação à sua marca.

Branding é, portanto, a gestão de uma marca. Todo o trabalho realizado com o objetivo de tornar a marca mais conhecida, mais lembrada, mais desejada, mais sedimentada na mente e, sobretudo no coração dos seus consumidores. Envolve desde a concepção da marca até as ações diárias de marketing da empresa.

Por esse motivo é importante para as marcas trabalharem a sua gestão e auxiliarem a construir esta percepção sobre a sua empresa, produtos e serviços, por meio das experiências dos clientes com a marca. O branding gera reputação e reconhecimento e consequentemente melhoria dos resultados do negócio e até mesmo a otimização de investimentos em publicidade e propaganda.

Ficou claro o conceito e as diferenças entre marca e branding?

O que mais você gostaria de saber para implementar um projeto de marca que gere resultados para o seu negócio?

Você já ouviu falar de Brand Equity? Na próxima semana vamos abordar o tema.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s