Importância da estratégia na conquista e retenção de alunos no segmento de escolas particulares de ensino fundamental e médio

class-raising-handsNos últimos anos é possível constatar um acirramento na competição entre escolas particulares de ensino fundamental e médio nas principais cidades brasileiras.

Pode-se atribuir o fenômeno a dois fatores principais: um situacional que é a crise econômica por que passa o País e outro, de natureza mais estrutural, que é a tendência na diminuição da taxa de natalidade com o consequente envelhecimento da população.

É fácil constatar que a crise econômica definitivamente chegou à educação. Só no estado de São Paulo cerca de 195 mil alunos migraram da escola particular para a pública nos últimos meses.

Segundo estimativa da Fenep, Federação Nacional das Escolas Particulares, as escolas poderão perder de 10% a 12% das matrículas ainda em 2016. Isso agravado pela inadimplência que aumentou mais de 20% no primeiro semestre deste ano segundo a Serasa Experian.

Do lado da base total de prospects os números também não são nada animadores. A proporção de crianças e adolescentes com até 14 anos de idade na população brasileira vem caindo e ficou em 21,6% em 2014, segundo a Síntese de Indicadores Sociais, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2004, há dez anos, eles representavam 27,1% da população. Essa queda é reflexo da menor taxa de fecundidade das mulheres. No período avaliado, o número médio de filhos caiu de 2,14 filhos por mulher para 1,74.

Observa-se diante dos gestores escolares desafios antes comuns a outros segmentos da economia, no sentido de se tornarem mais competitivos analisando o ambiente externo e interno, definindo objetivos estratégicos, identificando fatores de diferenciação e propondo iniciativas estratégicas para aumentar a captação, conversão bem como reduzir a evasão. Ou seja, as palavras de ordem passam a ser a conquista e fidelização do aluno.

Nesse sentido desenvolver estratégias por intermédio de um processo estruturado de planejamento estratégico assume caráter vital.

Ferramentas antes presentes no dia a dia de outras empresas como matriz swot, linha da visão, previsão de demanda do mercado, matriz de atratividade, análise da concorrência, monitoramento da vantagem competitiva, avaliação de lacunas estratégicas, indicadores de desempenho e estabelecimento de metas se incorporaram definitivamente ao cotidiano das escolas ansiosas por compreender as mudanças do ambiente, do mercado e, portanto, implementar as melhores estratégias.

Diante da tendência de concentração provocadas por fusões e aquisição e, portanto, redução de oportunidades, só vão permanecer no mercado as que forem percebidas como sendo as que agregam mais valor por cada real investido pelo aluno e para isso é fundamental desenvolver e implementar uma estratégia vencedora

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s