Integrando estratégia, modelo de negócio e processos de negócio

Depois de ler sobre modelo de negócio, estratégia e processos nos DICAS DE GESTÃO anteriores você deve estar se perguntando: como será que essas coisas “se encaixam”?

É natural que haja essa dúvida. Hoje vamos tentar esclarecer.

Para isso vamos utilizar um modelo que me parece bem didático que apresento nas minhas aulas e palestras quando falo sobre gestão empresarial dentro de uma abordagem sistêmica.

A partir da governança corporativa a empresa opta por um modelo de gestão, por exemplo, a gestão estratégica, e desenvolve o seu processo de planejamento estratégico que terá como resultado final a estratégia empresarial.

dg29i

A empresa define as declarações corporativas negócio, visão, missão e valores e em seguida, após a discussão dos cenários ambientais e diagnóstico interno, previamente elaborados, a organização estrutura a matriz SWOT identificando no ambiente externo ameaças e oportunidades e no ambiente interno pontos fracos e pontos fortes. A finalidade da matriz SWOT é assegurar uma estratégia organizacional e posteriormente um modelo de negócios coerentes com o cenário que a empresa vislumbra.

Para que se defina uma estratégia organizacional e desenvolva um modelo de negócios que seja coerente com o cenário em que a empresa se encontra, é realizada, portanto, toda a análise do ambiente da empresa. Para isso a técnica mais utilizadas é a Análise SWOT, onde as ameaças e oportunidades, bem como os pontos fortes e fracos, são identificados a fim de que se obtenha um cenário próximo à realidade e que as decisões a serem tomadas sejam feitas com base em informações coerentes.

A partir da visão são desdobrados os objetivos estratégicos que a empresa pretende perseguir ao longo do ano.  Para cada objetivo são escolhidos indicadores e iniciativas estratégicas, ou simplesmente estratégias, que deverão ser implementadas para que os objetivos sejam alcançados. Anteriormente, em outros textos, já tratamos do processo de planejamento estratégico e a definição de indicadores de desempenho e metas para estes. Se ficou alguma dúvida recomendo que você releia os artigos anteriores.

Com a estratégia definida chegou a hora de desenhar o modelo de negócio com seus nove quadrantes. A partir da definição do negócio e considerando as discussões do planejamento estratégico, a empresa define o seu modelo de negócio que deve contemplar nove dimensões/quadrantes: parcerias-chave, atividades-chave, proposta de valor, relacionamentos, clientes-alvo, recursos, canais, estrutura de custos e fontes de receita. Caso o seu processo de formulação da estratégia não aborde todas essas dimensões será necessário agregar o que estiver faltando.

Com a análise das informações obtidas é possível identificar os concorrentes, possíveis desafios ou oportunidades econômicas, sociais e culturais, dentre outras tantas variáveis que possibilitarão a um negócio desenvolver-se no mercado de forma inovadora e única. É através da sinergia entre estratégia empresarial e modelo de negócio que será possível desenvolver experiências e destacar-se no mercado cada vez mais competitivo. Essa sinergia fica assegurada pela adequada condução da metodologia de planejamento que possibilite a integração entre estratégia e modelo de negócio.

Concluída esta etapa é importante validar o que foi produzido até este momento. A validação consiste em verificar se o modelo de negócio está alinhado com a estratégia definida. Sob pena de não se alcançar os resultados esperados é importante avaliar se não há nenhuma incoerência entre modelo de negócio e estratégia. Em outras palavras a estratégia implementada deve possibilitar a consolidação do modelo de negócio.

Ficou claro? A estratégia deve assegurar os recursos necessários e os clientes-alvo devem estar identificados entre outros aspectos. Lembre-se o modelo de negócio tem 9 dimensões que devem ser providas pela estratégia.

Bem, agora já temos um sistema de governança corporativa, oportunamente voltarei a falar de governança corporativa, um modelo de gestão, uma estratégia e um modelo de negócios. Falta desenhar a arquitetura organizacional (estrutura organizacional) que vai estabelecer como o trabalho será dividido na empresa e definir a maneira como você vai gerenciar o desempenho. Também já tratamos aqui sobre indicadores, metas e as reuniões de análise crítica do desempenho. Por último o risco é inerente a toda atividade empresarial e permeia todas as decisões tomadas.

Agora que você já compreendeu o papel da estratégia empresarial e a importância de alinha-la ao  modelo de negócios, que tal fazer uma análise e verificar se as decisões e as ações de sua empresa estão em sinergia com ambos? É um exercício interessante.

Lembre-se a implantação de uma estratégia e de um modelo de negócio se dá por meio do processo decisório. Não adianta ter uma estratégia escrita e um modelo de negócio desenhado se as decisões e ações do dia a dia não respeitam ambos.

Definida a estratégia e elaborado o modelo de negócio é hora de alinhar os processo de negócio com a estratégia e, consequentemente, com o modelo de negócio. Os processos de negócio formalizados em fluxogramas vão padronizar o que será feito no dia a dia e de que forma.  Posteriormente, por meio de indicadores, deve-se monitorar se a estratégia está sendo colocada em prática. Se estiver os resultados e o alcance de metas deve evidenciar isso. Caso contrário correções de rumo devem ser providenciadas. O principal benefício obtido por meio deste alinhamento é a efetividade da estratégia e do seu modelo de negócios. Nesse sentido, a iniciativa permite que os indicadores estejam correlacionados e que sejam acompanhados de forma a facilitar intervenções e ações corretivas de possíveis não conformidades que possam surgir e garantir que a estratégia corporativa está sendo seguida. Alguns processos de negócio, anteriormente mapeados, deverão ser redesenhados para que se alinhem a nova estratégia e ao modelo de negócios escolhido. O refinamento na integração entre estratégia, modelo de negócio e processos de negócio será resultado de aprendizado obtido ao longo de vários ciclos de melhoria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s