Valores corporativos que inspiram

Uma das etapas no desenvolvimento do planejamento estratégico é a definição da ideologia, componentes estratégicos ou declarações corporativas.

Fazem parte das declarações corporativas a definição do negócio, visão de futuro, missão e valores.

No DICAS DE GESTÃO 27 tratamos da definição do negócio. Hoje vamos abordar a elaboração dos chamados valores corporativos.

Valores são o conjunto de características de determinada pessoa ou organização, que determinam a maneira como essa pessoa ou organização se comportam e interagem com outros indivíduos e com o ambiente. Merecimento, talento, reputação. Cada empresa tem uma motivação e uma identidade única. Uma empresa se diferencia das demais não apenas pela sua área de atuação mas também pela elaboração e divulgação da sua missão, visão e valores.

Dessa maneira, os valores de uma empresa consistem em princípios e comportamentos que determinam como ocorre a gestão da empresa. Uma empresa sustentável costuma estar fundamentada em valores como ética, cooperação, responsabilidade social, integridade, inovação, sustentabilidade, transparência, flexibilidade, entre outros.

A definição dos valores costuma ser a última etapa da formação da identidade corporativa. Vem depois do estabelecimento do negócio que contempla área de atuação, da missão que resume o propósito da empresa existir, sua razão de ser e da visão de futuro ou visão estratégica que expressa à situação em que a empresa deseja alcançar em um período determinado de tempo.

Ou seja, depois de afirmar quem a empresa é e onde ela pretende chegar, é o momento de comunicar os princípios que ela carrega. Os valores, propriamente ditos.

Sendo assim, os valores representam os ideais de atitude, comportamento e resultados que devem estar presentes nos colaboradores e nas relações da empresa com todas as partes interessadas, stakeholders, entre eles clientes, fornecedores e parceiros.

Os valores são os princípios básicos que orientam a estratégia empresarial. Sintetizam o legado que os fundadores querem transmitir as futuras gerações.

É muito importante que esses princípios sejam transmitidos pelos superiores hierárquicos para os demais empregados da empresa, de modo a que possam juntos alcançar padrões mais elevados de êxito. É por esse motivo que os valores éticos de uma empresa são uma componente fundamental da sua cultura organizacional.

Tenho visto coisas verdadeiramente bizarras quando se trata de definir valores por isso esse tema merece uma atenção especial.

As formas mais comuns de definir valores são com palavras, expressões ou palavras acompanhadas de uma explicação:

Palavras – ética, inovação, respeito, qualidade, transparência, credibilidade, simplicidade, diversidade, integridade, paixão, colaboração, excelência, seriedade, competência.

Expressões – responsabilidade socioambiental, nada no universo existe por si só, tudo é interdependente.

Palavras/expressões acompanhadas de uma explicação – satisfação do cliente: ele é a razão da existência de qualquer negócio, valorização e respeito às pessoas: são as pessoas o grande diferencial que torna tudo possível, coragem: abre as portas para o futuro, realização: torna possível o nosso sucesso empreendedor. trabalho em equipe: prezamos o trabalho de forma ordenada, padronizado, criterioso e de forma conjunta resultando na qualidade de nossos serviços.

Entre as falhas mais comuns que observo na definição de valores pode-se citar:

– preocupação em restringir os valores a palavras com as iniciais do nome ou sigla da empresa;

– definir algo genérico e óbvio ou que são obrigação como qualidade, pagar salários e impostos em dia e satisfação das necessidades dos clientes.

– criar declaração tão vagas que serviriam para qualquer empresa;

– utilizar expressões sofisticadas que não fazem parte do vocabulário comuns da maioria das pessoas, sobretudo das mais humildes.

– enunciar um grande número de valores. Recomendo no máximo de 6 a 8.

– os valores enunciados não servem de parâmetro na seleção de candidatos no momento da contratação ou na avaliação de desempenho funcional;

– os valores são alterados com muita frequência. O ideal é que os valores enunciados permaneçam por um determinado período de tempo, alguns anos, para que sejam internalizados.

– os valores não são comunicados a força de trabalho e demais parceiros; além de comunicar é importante assegurar que tenham sido compreendidos.

– as mudanças culturais indispensáveis a internalização dos valores não são realizadas

Sejam quais forem os valores definidos pela empresa o mais importante é que fique claro que os gestores tem a obrigação de transmitir esses valores, pelo exemplo, aos seus comandados e as gerações futuras zelando para que os demais líderes o façam. É seu papel também reforçar esses valores a cada dia.

Na empresa em que você trabalha os proprietários e gestores transmitem e reforçam os valores aos colaboradores pelo exemplo diário?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s