A implantação da Produção Enxuta no Agronegócio com a utilização de indicadores de desempenho

A origem da Produção Enxuta, Lean Manufacturing, está relacionada ao sistema de produção da empresa Toyota. Esse conceito emergiu no Japão depois do fim da Segunda Guerra Mundial. Todavia o termo Lean Manufacturing se tornou conhecido após a publicação do livro “a máquina que mudou o mundo” de Womack, Jones e Roos em 1990.

O Lean designa uma abordagem de gestão de operações voltada para a eliminação do desperdício e do excesso de produção representando uma forma alternativa a da produção em massa de capital intensivo com lotes de tamanhos grandes e perdas.

Uma das mais recentes fronteiras do pensamento lean é o agronegócio.

Nos últimos anos o agronegócio passou por profundas transformações com o advento da agricultura de precisão, a intensificação da mecanização no campo, o uso de insumos agrícolas industriais e a biotecnologia no melhoramento genético de espécies de plantas e animais, o que abriu definitivamente um novo horizonte para a produção de alimentos de forma mais eficiente, portanto, com menos desperdícios.

Juntamente com as primeiras iniciativas de aplicação do pensamento lean no agronegócio, começam a surgir resultados promissores, sinalizando que essa filosofia de gestão, oriunda da indústria, pode perfeitamente contribuir de forma decisiva para as operações do campo, sendo uma peça-chave para complementar os grandes avanços alcançados até aqui pelo setor, levando-o a um novo patamar em termos de qualidade, produtividade, custos e eficiência.

Todavia uma operação para ser enxuta, em qualquer ramo de atividade, necessita de informações sobre o seu desempenho que retratem a realidade operacional e forneçam um feedback capaz de nortear as decisões.

Para isso é necessário o apoio de um sistema de medição de desempenho com indicadores que possam corroborar o modelo de gestão enxuto monitorando os resultados alcançados com a aplicação dos princípios do Lean Production. Algumas características do processo de medição de desempenho alinhado a um sistema de produção enxuta podem ser observadas no quadro a seguir.

dg18imagem

O pensamento lean está, agora, alcançando uma nova fronteira: a do agronegócio. Isso traz à tona um novo conceito: o Lean Agribusiness que contemplaria a aplicação do pensamento lean na agricultura e na pecuária, ou seja, o Modelo Enxuto aplicado ao Agronegócio.

dg18imagem2

O Lean Agribusiness contemplaria, dessa forma, a adoção da filosofia e de ferramentas enxutas hoje aplicadas na indústria bem como novas metodologias que podem vir a ser desenvolvidas de forma a contemplar as peculiaridades da agricultura e da pecuária, visando à redução de perdas que ainda são grandes no campo mitigando o refugo e o retrabalho.

Um sistema de medição do desempenho no agronegócio apoiando a filosofia lean ajudaria o setor na eliminação de desperdícios e, consequentemente, a trabalhar na perspectiva do Lean Agribusiness. O monitoramento desses indicadores suportaria à tomada de decisões voltadas a uma produção mais enxuta também no campo.

Pode-se citar como exemplo indicadores de produtividade de vaca leiteira, índice de crescimento do rebanho (ou taxa de desfrute), Índice de qualidade dos grãos, índice de desperdício da produção de grãos (que visa à eliminação de perdas na área), índice de mortalidade animal (que tem esse mesmo sentido de eliminação das perdas, porém voltado aos animais), entre outros. Os resultados desses indicadores influenciam diretamente no lucro final do negócio e no seu desempenho futuro.

Em breve voltaremos a esse tema discutindo, a partir das peculiaridades do agronegócio, de que forma algumas ferramentas do lean até então usadas na indústria podem ser úteis no campo.

Boa leitura! Até breve!

Yanne Souza Alves Cunha – yanne_cunha@hotmail.com
Annibal Affonso Neto – annibal@terra.com.br
Clovis Neumann – clovisneumann@unb.br

2 comentários sobre “A implantação da Produção Enxuta no Agronegócio com a utilização de indicadores de desempenho

    • Júlio como vai? Não teria nenhum específico para indicar. Cada propriedade usa algum específico. Numa pesquisa na internet você encontra várias empresas que desenvolvem softwares para o agronegócio. Seria interessante contatar essas empresas e pedir referências de clientes que utilizam para você poder conversar. Duas empresas importantes com softwares de gestão muito utilizados são a TOTVS e a SAP. OK? Para acompanhar indicadores usei no agronegócio o STRATWS. Att. Annibal

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s