Aplicação da Consulta-Entrevista na busca da convergência de percepções e opiniões entre gestores

No DICAS DE GESTÃO anterior, quando abordamos a Análise Organizacional, mencionei a técnica da Consulta-Entrevista para auxiliar na realização do diagnóstico da organização.

Vamos falar um pouco mais sobre ela.

A Consulta-Entrevista foi desenvolvida e apresentada pelo Professor Dr. Feruccio Bilich, que tive o privilégio de ter como orientador de mestrado e co-orientador no doutorado, originalmente no relatório de pesquisa “Repensando a Graduação da UNB”, em 1987 e publicado posteriormente no livro “Science and Technology Planning and Policy”, pela Elsevier de Amsterdam. Posteriormente foi aplicada em um estudo realizado no Banco do Brasil, Projeto BB-2000, para desenvolver um modelo de Banco idealizado, a partir das percepções de seus principais executivos.

A Consulta-Entrevista é uma metodologia na qual seleciona‑se um conjunto de especialistas a serem entrevistados para discutir um determinado assunto. Esses “especialistas” são quaisquer pessoas que detenham conhecimento sobre um determinado assunto que se pretende compreender melhor. Podem ser executivos em uma empresa, gestores em uma organização pública ou qualquer parte interessada que se relacione com a organização.

O procedimento operacional da Consulta‑Entrevista consiste em, para o primeiro entrevistado, redigir um questionário de perguntas, apropriadas às características do indivíduo. Esse conjunto de questões respondidas servirá de roteiro para a entrevista com o especialista posteriormente.

Realizada a primeira entrevista, faz‑se uma síntese da discussão, que servirá de diretriz para a elaboração do questionário para o segundo entrevistado.

Na segunda entrevista procura‑se corroborar as informações obtidas na primeira entrevista e complementar o conhecimento sobre o assunto. Repete‑se esse processo para os demais entrevistados até que as informações obtidas em entrevistas subsequentes não apresentem novo conhecimento. Isso geralmente ocorre a partir da terceira ou quarta entrevista. Essa metodologia permite ao entrevistador atingir um conhecimento completo sobre determinado assunto a partir do conhecimento eventualmente parcial, disperso e normalmente tendencioso dos entrevistados.

É uma variante da Metodologia Delphi. O Delphi é uma ferramenta de pesquisa qualitativa que busca um consenso de opiniões de um conjunto de especialistas a respeito, normalmente, de eventos futuros.

No método Delphi  cada membro do grupo apresenta as suas ideias, mas nunca face a face com os demais participantes (como ocorre, por exemplo, no método do grupo nominal ou no brainstorming). Cada elemento é assim isolado da influência dos demais. Como não ocorre a presença física dos participantes numa reunião, este método pode ser usado quando os participantes do grupo se encontram distantes geograficamente.

A técnica Delphi começou a ser mais utilizada na década de 60, por meio dos trabalhos desenvolvidos por Olaf Helmer e Norman Dalker, pesquisadores da Rand Comporation, cujo objetivo era desenvolver uma técnica que permitisse o uso da opinião de especialistas na previsão dos avanços tecnológicos. A metodologia desenvolvida estabelecia três premissas fundamentais: o anonimato dos respondentes, a representação estatística da distribuição de frequência dos resultados e o feedback de respostas do grupo para reavaliação nas rodadas posteriores. Em sua proposta original o Delphi é, portanto, uma técnica para a busca de consenso entre opiniões de um grupo de especialistas sobre eventos futuros.

Na Consulta-Entrevista uma peculiaridade é que o resultado de cada entrevista molda a entrevista subsequente. Portanto tem-se um processo dinâmico de coleta de percepções e informações. Além disso, a Consulta-Entrevista pode ser utilizada para compreender melhor o funcionamento de uma organização bem como seus problemas a partir da visão de pessoas da própria organização ou pessoas externas a ela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s